Author: admin

Problema ao imprimir: “Um componente externo acionou uma exceção”

Ocasionalmente, ao tentar imprimir um laudo com o Turing 3.x, o programa pode apresentar a mensagem de erro “Componente externo acionou uma exceção”.

Para resolver este problema siga por favor essas instruções:

1) Abra o Turing. Acesse o menu “Configurações > Configurações Gerais

2) Role a janela de configurações gerais até a sua parte mais inferior e assinale a opção “Usar janela de impressão alternativa”.

3) Clique no botão “Salvar e fechar”. Em seguida feche o Turing e reinicie-o novamente.

Se mesmo assim o problema persistir, isso indica que possivelmente há algum problema com os drivers da sua impressora. Nesse caso, recomenda-se a reinstalação dos drivers da impressora a partir do website do fabricante.

Novo Turing US 3.0

É com satisfação que anunciamos o lançamento da versão 3.0 do Turing US.

Assim como a nova versão IM e a versão RX, o Turing US 3.0 foi desenvolvido em uma nova plataforma, mais moderna e mais versátil do que o Turing US 2.x. Entre as várias novidades e melhorias, o novo Turing inclui um editor de texto aperfeiçoado, identificação do paciente no próprio formulário de exames e muitos outros itens, como uma tabela de estatura nos exames de US Obstétrico.

Usuários do Turing US 2.8 podem baixar e instalar a versão nova sobre a versão antiga. Não é necessário desinstalar a versão prévia e nem reinstalar a licença. O Turing US 3.0 é compatível com Windows 7 ou posterior.

Baixe o novo Turing US 3.0 <clicando aqui>.

Atualização do Turing RX

O Turing RX, o mais novo membro da família Turing, foi atualizado recentemente para a versão 1.5. Essa atualização traz várias novidades e aprimoramentos (listados abaixo).

Se você ainda não experimentou o novo Turing RX, aproveite para conhecê-lo agora mesmo.

Essas são as principais novidades da atualização 1.5 do Turing RX:

– RX de Tórax: fraturas de corpos vertebrais agora podem ser descritas sem especificar a vértebra exata.
– RX de Tórax: índice cardiotorácico (opcional).
– RX de Tórax: opções adicionais na seção aorta.
– RX de Abdome: calcificações vasculares na projeção da aorta e/ou vasos ilíacos.
– RX de Idade Óssea: possibilidade de informar a idade cronológica no laudo.
– Histerossalpingografia: novo item “status pós salpingectomia”.
– Histerossalpingografia: nova opção: cavidade uterina dilatada.
– RX de Ossos Longos: Joelho: nova opção: entesopatia.
– RX de Ossos Longos: Quadril: descrição opcional de características de uma prótese.
– RX de Coluna: nova opção: fratura de istmos em coluna lombar.
– RX de Coluna: nova opção: próteses discais em coluna lombar.
– suporte a execução de múltiplas instâncias do aplicativo.

Como transferir as configurações do Turing de um computador para outro(s):

Para exportar suas configurações atuais (inclusive o banco de frases) para um computador diferente faça por favor o seguinte:

  1. Conecte um pen drive USB no computador que possui as configurações que se deseja copiar para outro(s) computador(es).
  1. Abra o Turing. Clique no menu “Configurações”, e depois em “Exportar configurações”. Marque as opções “Exportar também o banco de frases” e “Colocar arquivos dentro de uma pasta”. “Clique no botão “Ok” para confirmar.
  1. Na lista de destinos que será exibida, selecione o item correspondente ao pen drive USB que foi conectado previamente. Clique no botão “Ok”. O Turing criará uma pasta dentro do pen drive e copiará todos os arquivos de configuração para dentro dela.
  1. Ejete e desconecte o pen drive USB.

Para importar configurações e frases previamente exportadas siga essas instruções:

  1. Conecte o pen drive USB no computador novo que irá receber as configurações copiadas.
  1. Abra o Turing. Clique no menu “Configurações”, e depois em “Importar configurações”. Marque a opção “Importar também o banco de frases”. Clique no botão “Sim” na mensagem de confirmação.
  1. Na lista de locais que será exibida, selecione a pasta que foi criada pelo Turing dentro do pen drive USB (seu nome será algo como “Config_Turing_US_…“). Clique no botão “Ok”.

< voltar

Problema ao imprimir: “There is no default printer currently selected”

Ocasionalmente, ao tentar imprimir um laudo, o Turing pode apresentar uma mensagem de erro com o texto “There is no default printer currently selected”. O que causa o aparecimento desta mensagem no Turing é quando o computador está sendo usado sem nenhuma impressora padrão selecionada.

Para resolver o problema geralmente basta selecionar uma impressora como padrão, conforme as instruções no final deste artigo.

Mas versões mais recentes do Turing parecem ser “imunes” a esse erro, por isso podemos recomendar também uma abordagem alternativa: atualizar o Turing para a versão mais recente. Mas atenção: as versões mais novas do Turing requerem Windows 7 ou posterior (não funcionam se for Windows XP). Para atualizar para a nova versão é só fazer o download e instalar a partir do endereço https://queo.com.br/wp/download_turing/

Caso prefira configurar a impressora padrão, seguem abaixo os links de páginas da Microsoft que explicam como selecionar uma impressora padrão no Windows:

Se estiver utilizando Windows 10: https://support.microsoft.com/pt-br/help/4028622/windows-how-to-set-a-default-printer-in-windows-10

Em outras versões do Windows, utilize: https://support.office.com/pt-br/article/Definir-a-impressora-padr%25C3%25A3o-5eb81e64-fb72-4cfd-894d-0291e0ca44fb?ui=pt-BR&rs=pt-BR&ad=BR&fromAR=1

Caso já exista uma impressora padrão selecionada e mesmo assim a mensagem de erro persistir, selecione uma impressora diferente como padrão e repita o teste. Em seguida, selecione novamente a impressora desejada como padrão e faça o teste outra vez.

Se ainda assim o problema persistir, uma alternativa para contornar o problema de forma imediata é salvar o laudo do Turing no formato PDF (existe um botão que faz isso na barra de ferramentas do editor de laudos) ou Microsoft Word (DOCX) e imprimir os laudos sem usar o Turing (abrindo-os com outros programas).

< voltar

O que fazer se o Turing se recusar a abrir, ou apresentar alguma falha recorrente/incomum

Caso o Turing apresente alguma falha inesperada de funcionamento, como recusa persistente em abrir, lentidão excessiva, travamentos ou encerramentos abruptos, siga as orientações abaixo.

Efetue uma etapa das instruções de cada vez. Só siga as instruções da etapa seguinte (ex: Etapa 2) se o problema continuar.

Etapa 1) REINSTALAÇÃO/ATUALIZAÇÃO: 

Para tentar solucionar o problema, o primeiro passo é fazer uma reinstalação/atualização do Turing, conforme as instruções abaixo:

  1. Acesse a página https://www.queo.com.br/wp/download_turing/
  2. Clique no link do instalador da versão desejada do Turing para iniciar o download. Salve-o em um local de fácil acesso e dê um duplo clique no arquivo para iniciar a atualização. Nota: não é necessário desinstalar a versão anterior e nem reinstalar a licença.

Verifique também se o Turing não está sendo indevidamente bloqueado por algum antivírus. Isso pode acontecer esporadicamente, especialmente com alguns antívirus de uso gratuito.

Se mesmo assim o problema continuar (ou caso a reinstalação já tenha feita previamente sem sucesso) por favor prossiga para a ETAPA 2 abaixo.

Etapa 2) AJUSTES DE COMPATIBILIDADE:

Siga as instruções abaixo:

  1. Clique com o botão direito do mouse sobre o ícone do Turing na área de Trabalho do Windows e escolha a opção “Propriedades”.
  2. Clique sobre o título da aba “Compatibilidade”.
  3. Assinale a opção “Executar este programa como administrador”. Nota: esta opção só poderá ser assinalada por usuários Windows com poderes administrativos, ou seja, usuários Windows que tem permissão para instalar programas, etc.
  4. Abra o Turing novamente e verifique se o problema foi resolvido.

Se mesmo assim o problema persistir, prossiga para a ETAPA 3 abaixo.

Etapa 3) REINSTALAÇÃO LIMPA DO TURING: 

Vamos avançar agora para a etapa mais avançada, que é a reinstalação limpa do Turing. Esta etapa é um pouco mais complexa e requer familiaridade com o uso e manutenção do Windows. Se não conseguir seguir as instruções, por favor peça ajuda a alguém mais experiente.

Siga as instruções abaixo:

  1. Abra o Turing, acesse o menu “Configurações” e clique em “Exportar Configurações”
  2. Marque todas as caixas de seleção que surgirem na mensagem na tela e clique no botão “OK”. Escolha como local para exportação a Área de Trabalho. Esse procedimento irá criar uma pasta no seu desktop com uma cópia das suas configurações atuais do Turing.
  3. Feche o Turing.
  4. Desinstale o Turing da forma convencional (siga o procedimento habitual de remoção de aplicativos do Windows).
  5. Reinicie o Windows.
  6. Usando o  Explorador de Arquivos do Windows, exclua completamente as pastas “C:\Arquivos de Programas (x86)\Turing US” e “C:\ProgramData\Queo”. Esta última pasta provavelmente estará oculta, mas se o endereço dela for fornecido na parte superior da janela do Explorador de Arquivos é possível acessá-la. Nota: em versões muito antigas do Windows (como o Windows XP) a pasta de configurações do Turing provavelmente será outra: “C:\Documents and Settings\All Users\Application Data\Queo”.
  7. Instale o Turing novamente e reinicie o computador ao final da instalação.
  8. Instale sua licença do Turing (se necessário, use o formulário de solicitação de licença para pedir uma licença substituta).
  9. Abra o Turing e acesse o menu “Configurações > Importar configurações”.
  10. Marque todas as caixas de seleção que surgirem na mensagem na tela. Clique no botão “OK” e escolha como pasta de origem a mesma pasta que foi criada previamente na Área de Trabalho. Isso irá importar de volta as configurações anteriores do Turing.
  11. Feche o Turing mais uma vez e reinicie-o para ver se o problema foi resolvido.

< voltar

Como escolher uma pasta padrão para o salvamento dos laudos

Para escolher um local padrão que irá armazenar os laudos ao clicar no botão “Salvar laudo”, basta seguir as instruções abaixo:

1) Abra o Turing. Acesse o menu “Configurações” e clique em “Configurações do editor de laudos

2) Role a janela de configurações para baixo até a seção “Arquivamento dos laudos”.

3) Clique no controle apontado pela seta abaixo e forneça um endereço para o salvamento dos laudos. Se preferir, clique no botão “Escolher uma pasta…” para selecioná-la com mais facilidade.

4) Clique no botão “Gravar configurações” para finalizar.

5) A partir de agora, o programa irá gravar os laudos de forma organizada cronologicamente dentro da pasta que você escolheu sempre que você clicar no botão ”Salvar” após gerar um laudo.

< voltar

Como personalizar as frases usadas pelo Turing

Para que possa se adaptar da melhor forma possível à forma de trabalho de cada cliente, o Turing inclui um banco de expressões com dezenas de frases customizáveis para serem usadas nos laudos. Alterando estas frases, o médico pode fazer com que o Turing gere laudos que respeitam o estilo particular de cada clínica de diagnóstico.

O editor de Frases do Turing

A opção “Ver/Modificar as frases do Turing” do menu “Configurações” dá acesso ao editor de frases incluído no Turing. Usando este editor (ilustrado abaixo) o usuário pode alterar o texto das frases e depois salvar as modificações efetuadas clicando no botão “Gravar alterações“, no rodapé da tela à direita.

As frases encontram-se separadas em abas. Cada aba corresponde a uma modalidade de exame, como “Frases_Abdome_Pelve“, por exemplo. Cada frase, por sua vez, possui um título descritivo (ex: “Frase_Vesicula_Ausente“), e imediatamente abaixo fica uma caixa de texto com o conteúdo editável da frase.

Para alterar uma frase, basta modificar o que está escrito dentro das caixas de texto.

Se for necessário fazer com que uma determinada frase retorne ao seu conteúdo original, é só colocar um asterisco (*) no começo da frase, e depois clicar no botão “Gravar alterações”. O Turing irá automaticamente restaurar o conteúdo padrão de todas as frases marcadas com asterisco. Se você quiser restaurar o valor padrão de TODAS as frases de uma só vez, use a opção “Resetar banco de frases” do menu “Configurações“.

Frases que possuem “variáveis”

Algumas frases usam variáveis, representadas como %1, %2, %3, etc. Estas variáveis representam informações que serão inseridas automaticamente pelo Turing ao gerar o laudo, como medidas ou adjetivos (ex: hipoecogênico, irregular, etc). Ao alterar estas frases as variáveis podem ser colocadas em qualquer posição, mas não as descarte, e leve em consideração a qual informação cada variável corresponde no contexto da frase. Do contrário, a frase final pode perder o sentido.

Exemplos de modificações das frases contendo variáveis:

FRASE ORIGINAL Útero com contornos %1 e ecotextura %2, medindo %3 x %4 x %5 cm. Resultado:
Útero com contornos regulares e ecotextura homogênea, medindo 8,0 x 4,0 x 3,5 cm.
MODIFICAÇÃO VÁLIDA Útero mede %3 x %4 x %5 cm, apresenta ecotextura %2 e contornos %1. Resultado:
Útero mede 8,0 x 4,0 x 3,5 cm, apresenta ecotextura homogênea e contornos regulares.
MODIFICAÇÃO INVÁLIDA Útero mede %1 x %2 x %3 cm, apresenta ecotextura %4 e contornos %5. Resultado:
Útero mede regulares x homogênea x 8,0 cm, apresenta ecotextura 4,0 e contornos 3,5.

Frases extras (frases do usuário)

Caso o médico precise usar rotineiramente alguma frase que o Turing não possui, o Turing inclui o recurso das “frases do usuário“, que são 50 frases em branco totalmente personalizáveis que o médico pode nomear e preencher como quiser.

Para criar e salvar frases do usuário é só abrir o Editor de Frases (menu “Configurações > “Ver/Modificar as Frases do Turing”), acessar a aba “Frases do Usuário”, e então preencher os espaços disponíveis com os nomes e conteúdo de frases desejados.

Após fazer isso é fácil usar as frases cadastradas. Basta digitar o nome escolhido para cada frase dentro do editor de laudos, e o Turing irá inseri-la em tempo real automaticamente.

Por exemplo, se o médico criar e salvar uma frase com o nome “fteste” e com o conteúdo “Esta é uma frase de teste.”, ele poderá inserir essa frase nos seus laudos a qualquer momento simplesmente escrevendo a palavra “fteste” onde quiser que a frase apareça, seguida de espaço, vírgula ou da tecla “Enter”. O Turing vai imediatamente substituir a palavra “fteste” pela frase “Esta é uma frase de teste.”. É bom lembrar que o uso de letras maiúsculas ou minúsculas ao digitar o nome da frase não altera o seu funcionamento.

– Por exemplo: considere esta frase abaixo:

“Hoje é segunda-feira.”

– Se o médico escrever “fteste” no final dela, como abaixo:

“Hoje é segunda-feira. fteste”

– E apertar ENTER ou a tecla espaço, o resultado será esse:

“Hoje é segunda-feira. Esta é uma frase de teste.”

Os nomes das frases podem ter até 20 caracteres, incluindo letras e/ou números. O conteúdo das frases do usuário é livre e pode ter até 254 caracteres. Vale ressaltar que o Turing não consegue gerar conclusões automáticas a partir de frases do usuário.

Formatando as frases com negrito, itálico, etc

O editor de frases suporta também caracteres de formatação RTF (“Rich Text”), permitindo definir expressões em negrito, itálico, sublinhado e saltar linhas. A sintaxe destes comandos e alguns exemplos de uso são demonstrados abaixo:

Comando Sintaxe Exemplo de uso Resultado
NEGRITO \b {expressão}\b0 \b Útero\b0  de contornos  regulares… Útero de contornos regulares
ITÁLICO \i {expressão}\i0 \i Útero\i0  de contornos regulares… Útero de contornos regulares…
SUBLINHADO \ul {expressão}\ulnone \ul Útero\ulnone  de contornos… Útero de contornos …
NOVO PARÁGRAFO / SALTAR LINHA {expressão}\par {expressão} Útero\par de contornos regulares… Útero
de contornos regulares

Observe que todos os comandos RTF devem ser obrigatoriamente seguidos de um espaço.

< voltar

Como inserir o nome do médico no final dos laudos

Embora o Turing não possua o recurso de assinatura eletrônica, os laudos gerados pelo Turing podem incluir o nome do médico que realizou o exame no final dos laudos.

Para isso basta seguir as instruções abaixo:

1) Abra o Turing. Acesse o menu “Configurações” e clique em “Configurações do editor de laudos

2) Role a janela de configurações para baixo até a seção “Assinatura no rodapé”. Assinale a opção “Incluir assinatura

3) Preencha o nome do médico e clique no botão “Inserir novo”. Caso deseje usar uma segunda linha para exibir outras informações do médico, como o número do CRM, basta usar o comando especial “\par “ após o nome do médico. Ex: Dr. Fulano de Tal\par CRM-AM 555.555

4) O nome do médico que você inseriu aparecerá imediatamente na lista.

5) Se necessário, repita o processo para inserir outros médicos. Ao terminar, clique no botão “Gravar configurações”.

6) Para que o nome do médico desejado apareça ao fim dos laudos é só abrir a janela de configurações de novo, clicar no nome de um médico para selecioná-lo (o nome ficará destacado em colorido) e clicar novamente no botão “Gravar configurações”. Se só há um médico cadastrado, isso não é necessário.

7) O nome do médico escolhido aparecerá ao final de todos os laudos.

< voltar